Urgente: Governador Mauro Carlesse determina aquisição de alimentos para estudantes da rede estadual

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, determinou nesse domingo, 22, a aquisição e entrega de alimentos aos estudantes da rede estadual de ensino, tendo em vista a privação de alimentação escolar decorrente da suspensão de aulas, decretada como parte das medidas de combate à proliferação da Covid-19 (novo coronavírus) no Tocantins. Conforme destacou, a alimentação na escola é, para muitos, a principal refeição do dia e a ausência desta pode acarretar prejuízos nutricionais a milhares de estudantes.

Reprodução/ Elias Oliveira

“Tem muitos estudos que mostram que a desnutrição, ou nutrição inadequada, pode gerar uma série de outros problemas de saúde que afetam ainda mais o sistema público. O momento agora é de cuidar das pessoas, fazer com que nossas crianças e jovens mantenham sua imunidade alta. Por isso, estamos determinando uma força-tarefa para garantir o acesso à alimentação, por meio da aquisição de alimentos e distribuição às famílias”, frisou o Governador.

Serão cerca de 100 mil kits de alimentos, que atenderão às famílias de todos os alunos da rede estadual de ensino, com um investimento de cerca de R$ 6 milhões, oriundos do Tesouro Estadual.

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) já adotou todos os procedimentos necessários para adquirir os alimentos. De acordo com a gestora Adriana Aguiar, os diretores escolares receberão todas as orientações de como deverá se dar a distribuição, sempre primando pelo cuidado e cumprimento das determinações da Organização Mundial de Saúde (OMS) relativas à pandemia do novo coronavírus.

Distribuição dos kits

A logística que está sendo preparada prevê que, para os estudantes que residem na zona urbana, os kits serão entregues nas unidades escolares, ao passo que, para os alunos da zona rural, será utilizado o transporte escolar para fazer a entrega dos alimentos nas rotas onde embarcam diariamente.

Para tanto, a Seduc vai orientar as equipes gestoras das escolas e as Diretorias Regionais de Educação a organizarem a distribuição de forma a não gerar qualquer tipo de aglomeração e ainda com toda proteção higiênica. “Compreendemos que muitas famílias já estejam enfrentando dificuldades financeiras, mas reforço que é necessário que todos aguardem o anúncio das datas de retirada dos kits. Não mediremos esforços para que isso ocorra no menor prazo possível”, frisou Adriana Aguiar, reforçando que as informações sobre data de entrega serão amplamente divulgadas, utilizando todos os canais de comunicação disponíveis, dentre os quais, as rádios públicas e comunitárias.

Alimentação que já estão nas escolas

A Secretaria também vai orientar aos diretores escolares que realizem um levantamento acerca do quantitativo e datas de validade dos alimentos que haviam sido adquiridos para a merenda escolar antes da suspensão das aulas. A proposta é que estes alimentos também sejam organizados em kits para serem entregues a estudantes que se encontrem em situação de maior vulnerabilidade. “Com isso, seguimos a orientação do Governador Mauro Carlesse de evitar o desperdício dos alimentos e atender às famílias mais necessitadas”, frisou a gestora.

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: