‘Vivendo com pouco, vivo feliz’ Menina que mora em barraco escreve cartinha de Natal e incentiva mãe a não desanimar nos momentos difíceis

Uma garota de 10 anos, que mora na região sul de Palmas, escreveu uma cartinha ao Papai Noel pedindo materiais para fazer slime, que é uma espécie de massa de modelar. A pequena Raquel Monteiro Marinho mora em um barracão improvisado no jardim Taquari, no sul de Palmas e diz que não precisa de muitas coisas para ser feliz. “Eu vivendo com pouco, vivo feliz”, disse a menina.

 

menina-
Menina quer slime e chocolate de presente de Natal — Foto: ReproduçãoTV Anhanguera

 
Apesar da vida simples, a menina não deixa a mãe desanimar e a ajuda superar as dificuldades. A garota já chegou a vender balas para contribuir nas despesas de casa. “Me orgulho muito da Raquel. É uma menina muito dedicada. Às vezes eu fico triste devido a nossa situação, mas ela vem e me levanta”, disse a mãe da criança, Lideã Monteiro.

 
O que a garota mais gosta é de estudar de brincar com os amigos. Ela já ganhou prêmios de destaque na escola e quer ser professora de matemática. “Quando eu fui para a escola eu admirei meus professores”, contou.

 

Neste Natal, Raquel também deseja ganhar uma cesta de chocolate. Ela aprendeu a gostar do doce quando a mãe ficou desempregada e fazia bolos para vender. Como a mãe não tem condições financeiras para comprar as guloseimas, ela colocou a cartinha em uma árvore de um shopping de Palmas.

 

Cola, espuma de barbear e água boricada estão entre os pedidos. “Os ingredientes são para mim fazer um slime que estica, que dá para fazer barulhinhos. Para brincar com minhas colegas”, explicou Raquel sobre a carta.

 

Nas horas vagas, a estudante se junta com a criançada na rua e se diverte. “A gente brinca de várias coisas. De pega latinha, a gente brinca de esconde-esconde, de pega-pega, a gente brinca de bola, de chocolate inglês, de carrocinha de picolé. Eu me sinto bem alegre, bem solta assim brincando. Todo mundo me conhece daqui de perto. Eu me sinto bem solta”, contou Raquel.

 

A mãe da criança diz que a filha é a maior incentivadora e que duas estão juntas em todos os momentos. “Esses dias eu comprei umas balas e ela saia vendendo. Ela vendia tudo. Ela é muito esforçada e não tem vergonha de nada. Ela é uma menina bem esforçada”, disse a mãe.
“A gente vê que por mais que a gente passe alguma dificuldade, a gente está sempre feliz, sempre unidas e compartilhando. Se alguém está em um momento triste ela vem e diz: ‘mamãe não fica assim, as coisas vão melhorar’. E do mesmo jeito sou eu. Dando a assistência de mãe, filha e amiga”, disse a mãe orgulhosa.

 

Humilde, a menina conta que não precisa de muito para ser feliz e dá uma lição em muita gente.

 

“Não é porque tem que ser muito que você tem que ficar feliz. Com pouco você também pode ser feliz. Pode ser bem legal”, disse a pequena Raquel Monteiro.

 

 

A carta
Querido senhor Papai Noel, eu sou a Raquel e eu tenho 10 anos eu estou no 4º ano, eu moro na ocupação em barraquinhos, eu sou uma menina muito estudiosa. Por favor, eu quero uma cesta de chocolate bem caprichada e bem bonita. E uma cola, uma espuma de barbear, uma água boricada e um corante azul turquesa e um glitter rosa e bem brilhante. Beijos da Raquel.

 

(Portal G1/TO)

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: