TRE/TO retoma julgamento e absolve Mauro Carlesse e Wanderlei Barbosa em ações eleitorais

O julgamento das duas ações eleitorais contra o governador Mauro Carlesse (DEM) e o vice Wanderlei Barbosa (PHS) foi retomado na tarde desta terça-feira (3). A suspensão tinha ocorrido durante a manhã porque o juiz Adelmar Aires pediu vistas nos processos. Ele votou pela condenação dos políticos, mas não foi acompanhado pelos outros membros do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e os investigados acabaram sendo absolvidos.

Para o juiz Adelmar Aires, ficou demonstrado que o governo liberou cerca de 80 emendas parlamentares como forma de comprar apoio político, fez ampla divulgação institucional de atos do governador pela imprensa oficial e até em eventos de inauguração. Além de utilizar veículos oficiais para campanha. Também afirmou que o Estado fez contratações e exonerações mesmo após proibição da Justiça.

Em seu voto, Adelmar Aires afirmou que o processo eleitoral ficou comprometido e condenou Mauro Carlesse e Wanderlei Barbosa a inelegibilidade por oito anos. O governador também foi condenado a pagamento de multas.

Porém, os outros seis julgadores continuaram a seguir o voto do relator, desembargador Marco Villas Boas, e negaram todas as acusações nos dois processos. Com isso Mauro Carlesse e Wanderlei Barbosa foram absolvidos com o placar de 6×1 nas duas ações julgadas nesta terça-feira (3).

O Ministério Público Eleitoral ainda pode recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

(Portal G1/TO)

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: