Dia mundial do diabetes: Orientação à população acontece no Parque Cesamar, no dia 14 de novembro, em Palmas

O dia mundial do diabetes é lembrado no dia 14 de novembro e cerca de uma a cada três pessoas que foram diagnósticadas com diabetes têm algum grau de retinopatia diabética.
Em Palmas, oftalmologistas do Hospital de Olhos Yano estarão no dia 14 de novembro das 16h às 20h, orientando sobre a doença, bem como medindo a pressão intra-ocular da população no Parque Cesamar.

Retinopatia diabética

No Brasil, doze milhões de pessoas foram diagnosticadas com diabetes. A retinopatia diabética é a primeira causa da perda de visão em adultos de 20 a 65 anos, segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBO).

Caracterizada por alterações nos vasos sanguíneos da retina, a retinopatia diabética se apresenta por meio de lesões ou edemas que podem causar desde pequenos sangramentos até a redução e a perda da visão, como explica a médica oftalmologista Ana Helena Raposo.

“Pequenas hemorragias e inchaços na retina, bem como deslocamento na mesma, hemorragias vítreas (sangramento dentro do globo ocular) e até cegueira total constituem o quadro de evolução da retinopatia diabética. Essas manifestações aparecem geralmente dez anos após o diagnóstico.”

Cada estágio da doença tem suas caracteristicas específicas. Na fase avançada do diabetes, de acordo com a oftalmologista Ana Helena Raposo, pode ocorrer o deslocamento da retina que é causado pelo crescimento desordenado de vasos sanguíneos e de membranas.

“Esse movimento acaba “enrugando a retina”, que afasta de sua posição original e desencadeia o deslocamento da retina. Por isso é importante que o paciente, após receber o diagnóstico de diabetes, vá ao oftalmologista com frequência para a realização dos exames.”, finaliza.

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: