FORMATURA: Núcleo da Polícia Comunitária realiza formatura do projeto “Mulheres da Paz e Protejo” em Gurupi

Na noite desta quarta-feira (7), cerca de 125 jovens e mulheres, acompanhados de seus familiares, viveram momento de muita emoção na conclusão do Projeto “Mulheres da Paz e Protejo”. A solenidade de formatura ocorreu no auditório do Centro de Ensino Médio Bom Jesus, em Gurupi, no Sul do Estado, e foi realizada pelo Núcleo de Polícia Comunitária, órgão vinculado à Diretoria de Políticas de Segurança, da Secretaria da Segurança Pública do Tocantins (SSP – TO), e teve como parceiro, o 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), de Gurupi.

Os formandos receberam certificado de participação nos cursos, que tiveram um ano de duração. O projeto “Mulheres da Paz” teve carga horária de 225 horas-aulas e abordou temas como mobilização comunitária, noções básicas de direitos humanos e cidadania. Além disso, uma parceira com o Serviço Nacional da Indústria (SENAI) possibilitou que as mulheres do projeto também recebessem capacitação técnica em panificação.

Por outro lado, o Projeto “Protejo”, que é voltado a jovens de 15 a 24 anos em situação de vulnerabilidade familiar e social, além de egressos do sistema prisional, jovens em situação de rua ou cumprindo medidas sócio-educativas, foi realizado com carga horária de 600 horas-aulas. Na grade curricular, temas como informática, sexualidade, introdução ao mundo do trabalho, bem como atividades culturais e esportivas, ministradas no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Manuel Lustosa, na Vila Íris.

Para o delegado de Polícia Civil Antonio Gonçalves de Carvalho Neto, membro do Núcleo de Polícia Comunitária, o evento foi um sucesso, pois alcançou todos os objetivos estipulados. “Ambos os projetos foram de grande valia, não somente para os formandos, bem como para a comunidade de Gurupi, uma vez que obtivemos êxito na formação de jovens em situação de vulnerabilidade, os quais receberam treinamento profissional, sendo que muitos deles já estão inseridos no mercado de trabalho, o que para nós das forças de segurança é motivo de muito orgulho e satisfação”, ressaltou.

O delegado também comentou sobre a formatura das 75 mulheres do Projeto Mulheres da Paz, ressaltando que, durante a realização do projeto, as formandas acompanharam cerca de 600 famílias em vários setores de Gurupi, com o objetivo de fornecer orientações no tocante às áreas de saúde, assistência jurídica, com encaminhamentos à Defensoria Pública, Ministério Publico e Conselho Tutelar.

“A capacitação recebida pelas mulheres durante o curso possibilitou sua atuação como educadoras sociais, mobilizando centenas de famílias e conscientizando-as quanto às garantias e direitos públicos que têm direito”, frisou o delegado.

Integrantes das forças de segurança prestigiam formatura em Gurupi

Além do delegado Antonio Gonçalves, que representou o delegado-geral da Polícia Civil, Rossílio de Souza Correia, o evento também contou com as participações do Sr. Rafael Raeff, coordenador de políticas de prevenção social da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP); do secretário municipal de juventude, Paulo Pakalolo; do comandante do 4º BPM, de Gurupi; do tenente-coronel Jaime Porfírio de Souza, representando o comandante-geral da Polícia Militar, Jaizon Veras Barbosa; da guarda Civil Municipal Lucinete Xavier Santana, colaboradora da SENASP; além do Major Tiago Monteiro, que representou o secretário da Segurança Pública do Tocantins, Cristiano Barbosa Sampaio.

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: