MANDATO: PRE/TO pede cassação do deputado Jair Farias no caso dos R$ 600mil

O Ministério Público Eleitoral do Tocantins, pediu que o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, casse o diploma do deputado estadual Jair Farias (MDB), um dos representantes do Bico do Papagaio.

O procurador da república Álvaro Manzano, acredita que nas movimentações da conta de campanha do deputado nas eleições de outubro de 2018, tenha entrado R$ 600 mil do Fundo Especial de Financiamento para candidaturas femininas. O recurso não pode ser aplicado em campanhas masculinas; a regra está prevista no artigo 10 parágrafo 3° da Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições), mesmo assim Jair Farias teria recebido o recurso, que pela lei vigente ele se torna torna ilegal. É o que entendeu a PRE (Procuradoria Regional Eleitoral) ao pedir a cassação do mandato.

Caso o Tribunal Regional Eleitoral acate o pedido do Ministério Público Eleitoral e casse o mandato do parlamentar estadual, o suplente Gutierres Torquato, sobrinho do prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, pode assumir a vaga na Assembleia Legislativa.

(Com informações Agência Tocantins)

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: