ANANÁS: Justiça determina prazo de 30 dias para município instalar equipamentos de Raio-X

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins, por meio da Justiça da Comarca de Ananás, obteve sentença condenatória, em ação civil pública contra o próprio município, para que sejam adotadas medidas para solucionar a instalação do aparelho Raio-X constatada no Hospital Nossa Senhora Aparecida .

O equipamento foi adquirido há mais de 1 ano

O Juíz da Comarca de Ananás, Marcelo Eliseu Rostirolla, concedeu a prefeitura um prazo de 30 dias para o cumprimento da sentença, sob pena de multa diária de R$ 200,00, limitado a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), em caso de descumprimento. O pedido feito pela Defensoria trata da obra de baritagem (blindagem) da sala em que será instalado o aparelho de Raio-X.

Advogado Dr. Moisés Marques

Em maio deste ano, o advogado ananaense Moisés Marques Ribeiro, acionou o Núcleo Especializado de Defesa da Saúde, da Defensoria Pública, para tomar medidas possíveis para resolver a situação da não utilização do equipamento de Raio-X, no Hospital Municipal de Ananás, e só agora a decisão foi deferida. O equipamento foi adquirido há mais de 1 ano e nunca foi sequer instalado. As caixas com o aparelho estão amontoadas em uma sala da unidade de saúde, sem serventia.

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: