TRAGÉDIA: Empresário mata a mulher a filha e depois comete suicídio em MG

A médica Mariana Barbosa Paranhos, de 33 anos, e a filha dela, Valentina Paranhos de Aquino, de quatro anos, mortas no sábado (17) pelo empresário Thiago José de Aquino Marques, foram sepultadas neste domingo (18) no Cemitério São Pedro, em Uberlândia.

O autor do crime foi enterrado ainda no sábado, no Cemitério Bom Pastor, também em Uberlândia.

2018-11-18-324051

O crime ocorreu em Araguari, a cerca de 40 Km do local dos sepultamentos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, por volta das 3h45, Marques, de 39 anos, dirigia o carro com a família quando, na Avenida Marechal Rondon, no Centro, bateu contra o muro de uma casa.

1

Testemunhas disseram que a médica saiu do veículo, e o empresário tentou atropelá-la, chocando novamente com o muro. A mulher fugiu e conseguiu pular o muro de uma casa. Mas o marido desceu do veículo, conseguiu alcançá-la a pé e desferiu 12 facadas pelo corpo dela.

2

O estudante Valério Ferreira da Cunha Neto, de 23 anos, vizinho do local do crime, contou que a médica gritou por socorro várias vezes antes de ser assassinada.

“Antes de descer do carro ele já estava brigando com ela. Ela conseguiu sair do veículo e gritou socorro várias vezes, muito alto. Ele pegou o carro e tentou atropelá-la, mas como ela pulou um muro pequeno de uma casa, ele foi atrás e a matou”, disse.

De acordo com o Boletim de Ocorrência da PM, a menina foi achada na cadeirinha no banco de passageiro do veículo com um golpe de faca no tórax. A suspeita dos militares é que a filha foi a primeira a ser morta.

A faca utilizada nos crimes tem lâmina de 20 centímetros e foi recolhida pela Polícia Civil. O veículo da família foi apreendido e levado ao pátio credenciado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG). A perícia técnica da Polícia Civil realizou os trabalhos no local.

Após o crime, o homem e a criança morreram ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguari. Já a mulher morreu no local do crime.

A família morava em Uberlândia e, de acordo com a Santa Casa de Araguari, Mariana era plantonista da ginecologia e obstetrícia da unidade desde janeiro deste ano e estava de plantão naquela madrugada.

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) informou que a médica era residente em ginecologia e obstetrícia do Hospital de Clínicas de Uberlândia (HCU/UFU).

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: