Marta Ramos emite nota de Repúdio a Projeto da Senadora Kátia Abreu

NOTA DE REPÚDIO:

A farmacêutica e candidata a deputada federal Marta Ramos, (Psdb) repudia veementemente o projeto de lei n. 372 de autoria da Senadora Katia Abreu que altera lei já existente, sobre a obrigatoriedade do farmacêutico em farmácias caracterizadas como micro e pequenas empresas ou aquelas empresas de pequeno porte. Marta alerta que quase 80% do mercado é composto por esse tipo se estabelecimento, sendo esse tipo de projeto um enorme retrocesso, para profissão e para a saúde brasileira.

Marta reitera a importância do farmacêutico como o mais preparado para realizar as atividades necessárias de dispensação e atenção farmacêutica.

Confira como encerra o projeto de lei proposto por Kátia Abreu: Para tanto, propomos flexibilizar, em determinados casos, a exigência da Lei nº 13.021, de 2014 – presença de farmacêutico em todas as farmácias do País e durante todo o horário de funcionamento –, possibilitando que esse requisito seja atendido de forma alternativa, mediante a supervisão de um profissional farmacêutico. O modo como isso poderá ser feito ficará a cargo da autoridade sanitária competente, a ser definido em regulamento.

Isso demonstra de maneira clara, a intenção de desqualificar o profissional farmacêutico, bem como não sugere a maneira adequada a ser adotada, típico de quem não tem compromisso com os profissionais e a saúde do país.

“Como Farmacêutica e deputada federal irei combater de forma enérgica esse tipo de projeto, é um absurdo, reverter ações já conquistadas”. Destacou Marta.

Marta Ramos
Farmacêutica, Cand. Deputada Federal pelo Tocantins

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: