QUEIMA DE ARQUIVO: Dupla mata mulher no Tocantins que “sabia demais”.

Justina Bailon de Sales, de 45 anos foi assassinada brutalmente dentro de casa em Santa Rosa do Tocantins, na região central do estado. Segundo a Polícia Militar ela recebeu pancadas na cabeça e foi esfaqueada. O crime foi na madrugada desta sexta-feira (27) no setor São Gerônimo.

A PM informou que o marido de Justina procurou ajuda em uma Unidade Básica de Saúde da cidade dizendo que dois homens invadiram a casa e mataram a mulher. Uma das enfermeiras chamou a polícia, que encontrou o corpo na porta da frente.

As perfurações atingiram a barriga, as costas e o ombro direito da vítima. O Instituto Médico Legal de Porto Nacional fez exames para identificar qual dos ferimentos causou a morte de Justina.

O corpo foi liberado para a família na manhã desta sexta-feira. A PM disse que ainda durante a madrugada ouviu testemunhas e fez a prisão de um suspeito.

A Polícia Civil informou que se trata de José do Bonfim Ferreira dos Santos. Ele vai responder por feminicídio qualificado, já que a morte teria sido por motivo fútil e de forma que dificultou a defesa da vítima. O outro homem que teria participado do crime já foi identificado, mas segue foragido.

Segundo a delegada Melicia Ganzaroli, de Natividade, está sendo investigada a possibilidade do assassinato ter sido para ocultar outro crime. Justina teria conhecimento a respeito de outro assassinato cometido por José do Bonfim e pelo cúmplice dele na cidade.

Anúncios

portalaraguaiacom

Notícias sobre Ananás e toda sua região do Bico do Papagaio

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: