Polícia Civil conclui inquérito sobre latrocínio em Haras daCapital e indicia dois homens

10 Agosto 2020

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por meio da 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Palmas  (1ª DHPP - Palmas), informa que concluiu a investigação sobre o crime de Latrocínio ocorrido no dia 1º de junho de 2020, no Haras Quem Tem Tem, situado na zona rural norte de Palmas e que vitimou o dono da propriedade, um senhor de 53 anos de idade.

Os dois autores do crime, ambos de 25 anos de idade, foram identificados e indiciados pelo delegado que presidiu o Inquérito Policial nº 084/2020, Luciano Cruz, e encontram-se presos na Casa de Prisão Provisória de Palmas aguardando a instrução e o julgamento do processo.

Conforme previsto no Código Penal, a pena para o delito que os autores cometeram é de reclusão de 20 a 30 anos, e multa.

O caso

Onze dias depois do Latrocínio praticado e com o apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), a 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP) de Palmas efetuou temporária a prisão dos suspeitos e cumpriu mandados de busca e apreensão na residência dos investigados.

O crime de latrocínio ocorreu às 19h30 do dia 1ª de Junho de 2020. Os suspeitos chegaram na propriedade, onde estavam o casal de proprietários e o caseiro. Durante a ação criminosa, o proprietário, de 53 anos, foi alvejado com três disparos de arma de fogo; a esposa da vítima conseguiu fugir e o caseiro se esconder.

Logo após a ação criminosa, os suspeitos cruzaram na via com uma viatura da Polícia Militar. Logo depois, perderam o controle do veículo roubado e foram parar fora da estrada, resolvendo, então, abandonar o automóvel com os objetos roubados, com exceção de três pequenas joias e dois aparelhos celulares que os autores conseguiram levar.

Segundo o delegado Luciano Cruz, com a investigação foi possível descobrir os suspeitos e confirmar a identidade deles por meio do trabalho de identificação das digitais nos objetos roubados que foram deixados no veículo.  Com base nas evidências, o Delegado representou junto ao Poder Judiciário pela prisão temporária dos suspeitos e de dois mandados de busca e apreensão. 

SOBRE NÓS

O Portal Araguaia, foi criado para trazer informações atualizadas e rápidas sobre tudo que acontece na cidade de Ananás e em suas cidades circunvizinhas. Ajude-nos a fazer o nosso jornalismo, enviando sugestões, reclamações.  O seu problema pode ser uma pauta para nossa equipe.

FALE CONOSCO

  • Comercial: (63) 98487-1410
  • Denúncias: (63) 99281-4665
  • portalaraguaia.to@gmail.com